Novidades sobre licenciamento:
1) Prolongamento de licenças heritage (Business, Contabilidade 50, Gestexper, Sage GC, Retail) até 30/11/2019, para clientes em processo de migração Sage 50cloud, Sage 100cloud, Sage for Accountants, com serviço válido nas mesmas.
2) Nova versão Sage 50cloud 2018.60.15 com alterações no licenciamento (addons, níveis funcionais, etc) alinhado com nova tabela de preços.
Seguir
Avatar
Rita Teixeira

Se efectuar uma devolução ao fornecedor, quem deve emitir a guia de transporte?

Criado em: / Actualizado em:

Se efectuar uma devolução ao fornecedor, quem deve emitir a guia de transporte?

Em situações normais, a obrigação é sempre do sujeito passivo detentor/remetente dos bens. No entanto, e por acordo, o destinatário (neste caso o fornecedor) pode emitir o documento de transporte.

Segundo parecer da OTOC, "quando exista a devolução de bens pelo adquirente inicial, se este for um sujeito passivo de IVA, como é o detentor dos bens no momento da devolução, é este adquirente a ter a obrigação de processar o documento de transporte (e respetiva comunicação à AT). Esta situação de devolução dos bens não deverá ser confundida com a não-aceitação dos bens pelo adquirente ou destinatário. Nesse caso, da não-aceitação dos bens, a emissão do DT adicional deverá ser emitido pelo remetente, pois é este o detentor dos bens, (ou eventualmente o transportador em nome e por conta do remetente)."

Ao nível da gestão, é aconselhável que, se utilizar um sistema informático, crie/utilize dois documentos de devolução: um para quando é a própria empresa a efectuar a devolução/transporte dos bens ao fornecedor (e aí vai emitir e comunicar essa guia de devolução), e outro documento para registar as quantidades devolvidas, quando é o fornecedor a efectuar esse transporte, mas pretenda registar na aplicação para gestão de stock, por exemplo.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 1 de 1
Tem mais dúvidas? Submeter um pedido

Comentários