Seguir
Avatar
Ana Silva

50c CTB - RECONCILIAÇÃO BANCÁRIA: MOVIMENTOS TRANSITADOS DO ANO ANTERIOR

Criado em: / Actualizado em:

Quando é efetuada a Passagem de Ano, existem movimentos que se encontram ainda por reconciliar, correspondentes a movimentações já efetuadas, mas que ainda não constam no extrato do banco de Dezembro. Por exemplo, os movimentos efetuados nos últimos dias do ano ou cheques passados a outras entidades que não utilizaram logo o cheque. Estes movimentos são transitados para esta tabela quando efetua a passagem de saldos.

 

Em princípio, esta tabela é automaticamente preenchida pela aplicação, através dos movimentos do ano anterior.

 

mceclip0.png

No entanto, apresentam-se algumas situações particulares em que pode ser necessário registar ou alterar movimentos manualmente:

- Se, ao efetuar a reconciliação do extrato de Janeiro, verificar que deveria ter efetuado um lançamento na contabilidade no ano passado mas já efetuou o fecho do ano e considera que não se justifica voltar a abrir o ano para efetuar esse lançamento, pode optar por registar esse movimento na tabela de movimentos transitados por reconciliar.

- Se detetar um erro num movimento efetuado no ano passado. Por exemplo, no ano passado efetuou um lançamento pelo valor de €110,00 quando o valor deveria ter sido €110,25. Este movimento ainda não está reconciliado, por isso na passagem de ano é passado para a tabela de movimentos transitados por reconciliar. Para efeitos de reconciliação bancária, é preciso corrigir este movimento para que o saldo reconciliado final fique igual ao saldo bancário. No entanto, se não pretender alterar o lançamento no ano passado e repetir a passagem de saldos, pode alterar o valor do movimento diretamente na tabela de movimentos transitados por reconciliar.

 

Mesmo que mais tarde tenha que repetir a passagem de saldos, os movimentos lançados ou alterados à mão na tabela, em princípio, não serão apagados. Quando repete a passagem de saldos, esta tabela vai ser reconstruída. No entanto, a aplicação só apaga movimentos que forem iguais a movimentos encontrados no ano anterior. Por isso, nas duas situações apresentadas não iria proceder à sua substituição:

- Na primeira situação, o movimento não existe no ano anterior, por isso não é passado para este ano;

- Na segunda situação, o movimento existente no ano anterior tem valor diferente. Por isso, é transitado para este ano. No entanto, o movimento existente neste ano não é apagado. Neste caso, seria necessário apagar manualmente o movimento que foi transitado do ano anterior através da passagem de saldos.

 

Se pretender saber mais sobre o tema, consulte as nossas ações de formação que temos agendadas para siaqui.

Caso não encontre a formação que procura, saiba que podemos realizar formações à sua medida. Para mais informações contate o Sage Institute através do:

Email: Formacao@sage.com      Telefone: 22 120 24 23      Chat: www.sage.pt

Este artigo foi útil?
Este artigo foi útil?
Utilizadores que acharam útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Submeter um pedido

Comentários